Copy

Decorar varandas e jardins nunca foi tão fácil (e económico). Vejamos o método mais recomendado para a obtenção de hortênsias vigorosas e ricas em flores.

Amadas e muito apreciadas por dar um toque de cor aos espaços exteriores, as hortênsias são plantas generosas. Eles também são muito fortes e extremamente adaptáveis. Fácil de cultivar no jardim, mas também em vasos. Adoram a sombra, mas também resistem bem ao sol. Resumindo, para preencher bem o nosso “canto verde”, as hortênsias são perfeitas. Com alguns segredinhos de cultivo podemos sempre ter hortênsias lindas e grandes. Por exemplo, colocar em prática alguns métodos para  estimular a floração , ou truques durante o verão para evitar  que ressequem.

Como multiplicar plantas sem nenhum custo?

Você não precisa comprar muitas plantas para decorar um jardim inteiro. Basta um pouco de prática para multiplicar hortênsias cortando e rapidamente. As estacas devem ser realizadas no verão, nomeadamente entre meados de julho e finais de agosto. Nesse período, as chances de sucesso aumentam.

Como fazer? Basta escolher um galho com folhas (aquele que não dá flores). Em seguida, retire a ponta de um galho (corte cerca de 10-15cm). Em seguida, retire as folhas que estão mais próximas do corte. As folhas superiores, porém, devem ser cortadas ao meio horizontalmente. Neste ponto estamos prontos para o corte.

Hortênsias sempre lindas, grandes e soltas, veja como fazer

Em uma jarra, coloque um pouco de solo adequado para novas culturas (contendo, portanto, turfa e material drenante). Molhe o solo antes de plantar a hortênsia.

Insira o corte e pronto. As novas hortênsias levarão alguns dias para enraizar. Nos dias seguintes verifique o estado das folhas (obviamente não devem enrugar), apesar de um possível murchamento inicial. Coloque a estaca em local fresco e com sombra. Cobrir a muda com o fundo de uma garrafa plástica pode ser uma verdadeira carta na manga para estimular o crescimento da planta, criando um efeito estufa. Neste caso, lembre-se de fazer pequenos furos na garrafa. Depois de algumas semanas, chegará a hora do teste. Puxe suavemente o galho para ver se ele oferece resistência. Se a resposta for positiva significa que as raízes estão ganhando força.

Outra técnica interessante é o banho de água. O corte deve ser livre das folhas externas, enquanto as folhas superiores devem ser sempre cortadas ao meio e na horizontal. Em seguida, mergulhe o raminho (com pelo menos 10 cm de comprimento) em um recipiente com água.

Para evitar a formação de mofo recomenda-se trocar a água com frequência. Depois que as raízes surgirem, a muda precisará ser envasada ou enterrada.